A Codemasters divulgou há instantes o primeiro ‘teaser’ da experiência de jogo do F1 2015, o jogo oficial do Campeonato Mundial de Fórmula 1 para a temporada de 2015. Este novo jogo F1 2015 será lançado no próximo dia 10 de junho com a distribuição em Portugal a cargo da Bandai Namco Games Europa. Pela primeira vez o jogo oficial da F1 estará disponível para as consolas de jogos Sony Playstation 4 e Xbox One, além do habitual formato para PC.

Os primeiros trailers do jogo F1 2015 estão prontos para serem devorados pelos mais aficionados gamers e fãs de automobilismo através do canal do YouTube Formula1game. Mais informações e atualizações sobre o jogo F1 2015 pode ser encontrada no blog de jogos Codemasters F1  e nas habituais redes sociais Twitter e Facebook.

Codemasters tem 30 anos de experiência nos jogos de F1

Remonta à década de 70 o lançamento do primeiro jogo de F1 para as velhinhas máquinas de arcade, avós das atuais consolas de jogos. O primeiro jogo de F1 foi lançado em 1976 pela Atari. Seguiram-se êxitos retumbantes como Grand Prix, Monaco GP, Chequered Flags, Formula One e Continental Circus entre uma longa lista de verdadeiros devoradores de horas de gaming aos aficionados das corridas de automóveis. Ao longo do tempo os títulos foram sendo disponibilizados em plataformas de êxito como o C64 da Commodore, o ZX Spectrum, o Nintendo NES e Game Boy, o Commodore Amiga e as consolas da Sega como por exemplo MegaDrive, Master System, Game Gear e Saturn.

A Codemasters entrou para esta corrida em 1986 com o jogo Grand Prix Simulator II disponível para o Commodore C64, Sinclair Zx Spectrum e Amstrad. Seguiu-se o jogo Super Grand Prix em 1991, tendo no mesmo ano lançado o êxito Slicks em parceria com Oliver Twins. Já no final da primeira década de 2000, e após um interregno na produção de jogos de corridas de Fórmula 1, a Codemasters voltou a lançar um novo jogo de F1, e desta feita dando início à saga de jogos oficiais de corridas de Fórmula 1. O jogo F1 2009 foi lançado a 17 de novembro de 2009 apenas nas plataformas Wii e PlayStation Portable PSP. Seguir-se-ia, até aos nossos dias, o lançamento dos jogos oficiais de F1 com os títulos F1 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e agora 2015. Ao longo dos tempos, e de praticamente 30 anos de experiência a Codemasters assegurou uma adesão ímpar a este tipo de jogos que reúne uma comunidade de gamers muito específica, garantindo os títulos F1 um carisma e sucesso próprios.

Ofertas e edição limitada a quem efetuar pré-reserva do F1 2015

A Bandai Namco Games está a oferecer uma edição limitada do jogo F1 2015 a quem efetuar a pré-reserva. Esta edição limitada do jogo F1 2015 será diferente por ter caixa metálica e oferecer um livro com dicas preciosas para os pilotos do jogo.

jogo f1 2015 game codemasters

Aliar o prazer de andar de mota à sensação de liberdade do surf é a última moda nos Estados Unidos. Apesar do grande perigo, transpor as ondas do oceano para o asfalto das estradas tem atraído milhares de americanos fãs das motas para surfar de mota. Tudo o que precisa fazer é por-se em pé na mota a velocidades acima dos 75 km/h e usar a mota como prancha de surf. A partir dái, por sua conta e risco, terá de ter o melhor equilíbrio possível já que a arriscada manobra de ‘surfar de mota’ poderá custar-lhe a vida.

O vídeo que apanhamos no Youtube tem muito alta resolução (4K – UHD) e mostra a ‘alucinação’ que representa ‘surfar de mota’ fazendo da mota a prancha. Além do risco de ‘surfar de mota’ no vídeo somos brindados com uma fotografia espetacular com a ação a desenrolar-se em situações de luz crepuscular acrescentando ainda mais beleza à película.

Apesar de surfar de mota se ter revelado uma tendência em forte crescimento na América, o ideal é mesmo contentarmo-nos com este belo vídeo que não terá como consequência mazelas físicas ou mesmo a morte!

surfar de mota

Veja o vídeo aqui!

A Mercedes divulga na sua página mundial a cidade do Porto para divulgar o seu descapotável topo de gama SL. O Porto é fotografado em belas imagens cénicas com perspetivas captadas a partir da Serra do Pilar, do Cais das Pedras em Massarelos e da Marginal. Também o Farol da Boa Nova em Leça da Palmeira é retratado juntamente com o descapotável branco da Mercedes. A cidade Invicta vê assim mais uma vez reconhecida a sua beleza neste artigo disponível no site internacional da Mercedes associada a um dos modelos mais luxuosos e carismáticos da marca alemã de automóveis ‘premium’.

O título da reportagem da Mercedes sobre o Porto vai mais além: “Experience Freedom: With the SL Roadster in Porto”, ou seja, experimente a liberdade com o SL Roadster. Ainda no foco do fotógrafo que captou as imagens a beleza da engenharia das pontes D. Luís e da Arrábida, projetadas por Theophyle Seyrig e Edgar Cardoso.

 

O Mercedes SL existe na gama Mercedes desde a década de 50. O descapotável de dois lugares é comercializado em Portugal com duas motorizações: SL 350 BlueEfiiciency e SL 500 BlueEfficiency, ambas alimentadas a gasolina. O motor que equipa o SL 350 tem arquitetura V6 e 3,5 litros de cilindrada, debita 306 cv e tem binário máximo de 370 Nm. Mais potente e performante, o SL 500 conta com enorme motor V8 de 4,7 litros capaz de entregar 435 cv de potência máxima. o binário desta versão atinge no seu regime máximo os 700 Nm. Ambos têm a velocidade máxima limitada a 250 km/h. O Mercedes SL é vendido em Portugal com preços desde os 122.250 euros.

Aceder à reportagem no site da Mercedes aqui!

mercedes sl porto 4

 

O Opel ADAM está já disponível com caixa robotizada EasyTronic 3.0. A nova transmissão da marca alemã é a ideal para as deslocações urbanas, conferindo também uma utilização mais agradável em percursos estradistas. O conforto superior e uma maior economia de combustível são dois fortes argumentos da Opel para divulgar a nova caixa de velocidades robotizada EasyTronic 3.0. Semelhante a uma caixa automática, a nova versão do Opel ADAM será revelada na Turquia por ocasião do Salão de Istambul, certame que tem lugar entre 22 a 31 de Maio.

A nova caixa robotizada EasyTronic 3.0 fará a sua estreia no pequeno ADAM passando posteriormente para o célebre e popular Corsa. Com um desenho extremamente compacto, também a equipa de engenharia da marca alemã refletiu a sua preocupação na redução de peso.

A transmissão Easytronic 3.0 da Opel é uma caixa manual robotizada de cinco velocidades, com componentes internos de baixo atrito e está otimizada para equipar modelos com motores de baixa cilindrada. Através deste equipamento os condutores podem optar por um modo de funcionamento sequencial ou automático. Em qualquer um deles, o engrenamento de velocidades e o comando da embraiagem fazem-se através de atuadores electro-hidráulicos, ou seja dispensa o pisar do pedal da embraiagem.

Adam easytronic 3.0

O Rali de Portugal conta já com 48 edições. Como hoje é dia de “Throwback Thursday” revisitamos todos os cartazes e posters da prova iniciada em 1967 como Rali Internacional TAP. O Rali TAP subia à alta roda das provas de estrada mundiais e ombreava com eventos de grande tradição como o Rali de Monte Carlo. A partir de 1975 e até 1993, uma alteração de patrocínio ditaria a alteração do nome da prova para Rali de Portugal – Vinho do Porto. Em 1994 recuperaria a designação de TAP Rali de Portugal.

Em 2001 o rali saíria do calendário mundial. A prova continuou a ter lugar, pontuando apenas para o Campeonato Nacional de Ralis até 2006. Neste período de transição a prova teve como base Macedo de Cavaleiros, passando em 2005 para o Algarve. Aqui o patrocínio principal era da PT Comunicações e TMN.

2006 surgiria o apoio da Vodafone que até hoje se mantém. A prova regressou ao Campeonato Mundial de Ralis em 2007, e após um ano de alternância, regressaria, para não mais largar o calendário do WRC em 2009. Aqui ficam quase todos os cartazes da prova portuguesa.

Num cenário que ilustra a fundação de Portugal, o Rally de Portugal arranca hoje em Guimarães numa partida que, ilustra um novo marco na história da prova portuguesa com um regresso parcial às suas origens. A prova organizada pelo Automóvel Club de Portugal e inscrita no calendário do Campeonato Mundial de Ralis conta com grande fama e carisma entre pilotos e aficionados da modalidade que deverão surgir em grande número para ilustrar as classificativas do norte de Portugal. O enquadramento cénico monumental da cidade de Guimarães, declarada património da humanidade pela UNESCO, será palco do início de hostilidades entres os melhores pilotos do mundo de ralis.

Com partida agendada para as 18h10, no campo de São Mamede em Guimarães, mesmo em frente à estátua de D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, vão desfilar as mais de nove dezenas de equipas que estão presentes nesta quinta etapa do Campeonato do Mundo de Ralis WRC e que tem como base operacional o centro de exposições Exponor, em Matosinhos.

Mas este arranque simbólico não vai ficar por aqui, pois está prevista ainda a passagem em Guimarães, pelo Largo da Mumadona, Avenida Alberto Sampaio (Muralha), Alameda de São Dâmaso e Largo do Toural, conhecido como a sala de visitas de Guimarães, cuja praça será contornada pelos pilotos em direção à Avenida D. Afonso Henriques, seguindo para Urgezes com destino à autoestrada (A11).

Esta será a ligação que levará os concorrentes até Lousada, onde desportivamente será dada a partida do Rally de Portugal com a disputa da Super Especial com 3,36 quilómetros de extensão num circuito fechado e com hora marcada para as 19h01.

Ler também: O acidente de Mads Ostberg no Rali de Portugal

Guimaraes_575

A Renault alarga o seu portefólio de crossovers na sua gama com o novo, e pequeno, Kwid. Este modelo, de linhas jovens e modernas, tem na sua base a extensão da gama de modelos lowcost da Renault. Dedicado a mercados emergentes o Kwid arrancará a sua comercialização na Índia na segunda metade de  e não será vendido na Europa. Apesar de exteriormente as semelhanças com o modelo de grande sucesso no mercado português Captur, todo o interior é muito idêntico aos atuais modelos da Dacia, a marca lowcost da Renault.

Na base do novo Renault Kwid está a plataforma CMF, base criada pela aliança RenaultNissan, e que permite uma significativa redução de custos para ambas as marcas já que muitos são os modelos que assentam nesta plataforma. Esteticamente as aparências com o crossover Captur já comercializado nosso país desde 2013 são demais  evidentes. Assim o novo Renault Kwid conta com um design com forte inspiração SUV no qual sobressaem as proteções de plástico nas partes inferiores da carroçaria e o parachoques dianteiro com um desenho mais agressivo. A altura ao solo de 180 mm permite incursões por outros caminhos.

No interior destaque para o painel de instrumentos digital e para a presença de um sistema de informação, comunicação e entretenimento com ecrá tátil de 7 polegadas baseado na oferta atual da gama Dacia. Este sistema oferece ainda a um custo muito baixo a possibilidade de surgir equipado com sistema de navegação por satélite (GPS).

Por enquanto não foram divulgados pormenores sobre a gama de motores com que a Renault equipará o novo Kwid. Sabe-se que o modelo mais barato será equipado com motor de apenas 800 centímetros cúbicos a gasolina, escolhido por permitir baixos consumos de combustível. A este pequeno motor estará associada uma caixa de cinco velocidades manual.

Que mercados terão o novo Renault Kwid?

Além do grande mercado indiano a Renault vai introduzir posteriormente o novo crossover lowcost Kwid na Rússia, Brasil e China, mercados que se têm revelado de grande volume para este tipo de automóveis. A Renault não tem nos seus planos a introdução do novo Kwid no mercado europeu possivelmente devido às apertadas normas antipoluição e de segurança, fatores que tornam os modelos de automóveis significativamente mais caros.

renault kwid

O arranque da edição de 2015 do Rali de Portugal foi azarado para o piloto norueguês Mads Ostberg da Citroën. Durante o shakedown desta manhã, Mads Ostberg deu um toque com a parte da frente do seu Citroën DS3 WRC. Os danos, não muito significativos, não impedirão o norueguês de lutar por um bom resultado no rali cujas classificativas descreve com as suas palavras como um «intermédio entre o Rali da Grécia e da Polónia».  O shakedown do Rali de Portugal 2015 tem lugar hoje nas imediações de Baltar (Paredes) apenas durante a manhã. Ao final do dia é tempo do arranque competitivo da prova com a superclassificativa de Lousada.

ostberg toque shakedown

Foto: @Rallymaniapt

30 anos depois os cinemas estão esgotados com mais um filme da sequela Mad Max: Fury Road. Além dos cenários apocalíticos os carros deste ‘blockbuster’ de Hollywood merecem sempre uma grande atenção. OA abrigo da parceria que une a equipa Lotus F1 com os estúdios da Warner Bros, o piloto de F1 Pastor Maldonado passou a contar com um monolugar híbrido com clara inspiração no filme Mad Max. O novo carro, o Lotus F1 Team Mad Max Hybrid foi divulgado e tem gerado inúmeros comentários humorísticos à iniciativa.

O filme tem lugar num futuro em que a sociedade está num ponto de rutura. Para fazer face a essa realidade futurista o Lotus F1 Mad Max Hybrid conta com equipamentos extra como lança chamas, picos na dianteira e uma asa dianteira projetada no inferno (completada com caveiras) e pneus todo o terreno. A pintura, em cinzento queimado adiciona o toque de armagedeão patente em todo o filme Mad Max Fury Road.

Todas as piadas sobre o Lotus F1 Mad Max Hybrid e Pastor Maldonado podem ser vistas e apreciadas aqui!

lotus f1 mad max

As aparências iludem, e esta clássica Volkswagen Pão de Forma, é disso um excelente exemplo. Conhecidas por serem pachorrentas estas Volkswagen Pão de Forma destaca-se das restantes não pela sua decoração de inspiração ‘racing’ e da sua suspensão indisfarçavelmente preparada para devorar asfalto mas sim por ter montado um potente motor Porsche. Esta Pão de Forma, que não é utilizada por hippies ou surfistas, utiliza o mesmo propulsor do Porsche 993 Turbo, um motor que debita cerca de 530 cv, um número exponencialmente superior às poucas dezenas do motor original que equipava este modelo icónico da história do automóvel. A caixa de velocidades, rápida e precisa, é igual à do Porsche 996 GT3 e tem seis relações com comando manual.

O projeto da Volkswagen Pão de Forma com motor Porsche nasceu da ideia do ‘customizer’ suíço Fred Bernhard que recorreu também à utilização da fibra de carbono, material superleve que permitiu uma cura de emagrecimento significativa e assim elevar a performance deste furgão clássico. Com um peso total de 1500 kg a Volkswagen Pão de Forma Porsche atinge os 230 km/h numa configuração de carroçaria inédita. Ao todo foram mais de seis anos de dedicação para conseguir criar aquela que é provavelmente a Volkswagen Pão de Forma mais rápida do mundo.

A primeira grande aparição está marcada para este fim de semana durante o encontro anual de fãs do grupo Volkswagen, a Concentração de Worthersee. Recordamos que neste certame a Skoda mostrará a original pick-up Funstar baseada no Fabia.

volkswagen pao de forma porsche worthersee

 

%d bloggers like this: