As ruínas de Detroit Motor City

Detroit nos Estados Unidos é considerada a capital dos automóveis contando até com um pólo industrial criado no início do séc XX especificamente para a indústria automóvel.

Passando por diversas fases, o declínio começou a sentir-se nos anos 80 com a crise da indústria automóvel norte americana. Herdeira de um passado industrial glorioso e de uma arqueologia industrial inigualável assistiu à época áurea do nascimento dos automóveis e relativa democratização do meio de transporte que hoje nenhum de nós é capaz de abdicar.

As primeiras fábricas do modelo T da Ford, as instalações da Packard e da tão americana General Motors entre tantas outras são testemunho ainda vivo do período glorioso que se viveu nesta parte do território norte-americano alojado junto ao rio Rouge. Caminhos carregados de história e onde aconteceram confrontos sangrentos durante as primeiras greves da história e tumultos durante o período da grande recessão.

Todas estas histórias podem ser acompanhadas de diversas formas, apresentando o www.maismotores.net as melhores fontes para visitar esta zona carregada de história dedicada aos automóveis e à sua indústria.

O livro agora lançado The Ruins of Detroit (€89) é uma visita verdadeira visita fotográfica ás ruínas de Detroit ao longo de 200 páginas, da autoria de Yves Marchand and Romain Meffre com lançamento previsto para Setembro de 2010, pode já ser pré-visto em http://www.steidlville.com/books/1050-The-Ruins-of-Detroit.html. Algumas das fotografias deste livro podem ser vistas através do site brasileiro Zupi e verificar conforme o título: Detroit, como o tempo é implacável.

O site The fabulous Ruins of Detroit proporciona aos seus visitantes dezenas de fotografias das mais emblemáticas instalações industriais e civis de Detroit, hoje caídas numa decadência crescente já que quase toda a zona se encontra abandonada e mediante planos de demolição crescentes, segundo o acórdão de um tribunal americano pouco claro relativamente aos verdadeiros donos dos terrenos.

Numa das páginas da revista Slate pode ser visualizado um breve slideshow acompanhado de uma breve história desta zona, fazendo referência a uma das obras mais emblemáticas deste complexo: a Michigan Central Station (na imagem). Um terminal ferroviário constrúido em conjunto com um edíficio de escritórios de 18 andares. Inaugurado em 1914 permaneceu operacional até 1988, e o seu projecto é dos mesmos arquitectos (Warren & Wetmore), igualmente responsáveis pela concepção do Grand Central terminal em Nova Iorque e do New York Yacht Club na 44thStreet. Hoje, o possante edíficio espelha um presente sombrio, alojando um grande número de sem-abrigo e toxicodependentes resultantes da profunda depressão de que Detroit sofre há já longos anos.

No vídeo que abaixo reproduzimos, da autoria do jornalista Steven Crowder do partido conservador norte americano www.redstate.com, podemos ter consciência sobre mais alguns pormenores sobre a história, ascensão, declínio, presente e perspectivas políticas que deixaram esta imensa zona como se de um Chernobyl desértico, mas habitado por alguns seres humanos de condições muito sombrias, se tratasse. Um vídeo repleto de críticas políticas, mas que ilustra o que outrora foi uma das zonas mais prósperas e ricas dos Estados Unidos, se tem vindo a tornar numa porção de território que as autoridades (sobretudo as governamentais) têm vindo a querer votar ao esquecimento, não apenas através de demolições compulsivas, mas igualmente através da falta de planos de revitalização da zona, que a certa altura e por iniciativa de um partido anarquista existente outrora em Detroit esteve em vias de se transformar numa capital de arte urbana.

Hoje em dia é possível, de forma completamente legal, adquirir uma moradia encerrada por questões judiciais em Detroit por cerca de 35eur tal como refere Jennifer Lance do blog Red Green and Blue, aludindo à frase infelizmente cada vez mais real nos nossos dias: «Tanta casa sem gente, tanta gente sem casa!»

Em termos arquitectónicos encontrámos dissertações bem escritas e documentadas no site www.buildingsofdetroit.com, uma espécie de catálogo, ainda em crescimento, dos edíficios mais significativos de Detroit, com referência aos arquitectos e história de cada um deles. [A VISITAR!]

Notícias de Detroit já publicadas no Maismotores.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *