O pai dos BMW elétricos foi o BMW 1602e

A década de 70 ficou marcada por uma forte crise petrolífera que abalou a economia dos principais países mundiais. De forma a dar resposta a esta necessidade vários fabricantes de automóveis aceleraram o processo de desenvolvimento de automóveis elétricos, todavia em moldes diferentes dos da atualidade. A alternativa da eletricidade ao petróleo acabou por não singrar, mas ainda assim abriu caminho para o desenvolvimento de produtos atuais e de mobilidade verde. A BMW foi um desses fabricantes, um dos pioneiros a encomendar às suas equipas de engenharia automóveis capazes de dispensar a utilização de combustíveis derivados do petróleo.

Com os jogos Olímpicos em ‘casa’ (Munique), a BMW lançou em 1972 o BMW 1602e. Na altura este modelo, o mais compacto da gama de produtos da marca estava equipado com um conjunto de baterias de 12v (idênticas às que são utilizadas ainda hoje nos automóveis) que alimentavam um motor elétrico produzido pela Bosch. A potência deste motor era de 32 kW (43 cv) que tinha de suportar 350 kg extra de peso do conjunto de baterias de ácido-chumbo.

Revolucionário para a época o pequeno 1602e era capaz de percorrer surpreendentes 60 km. O custo elevado de produção e os condicionalismos que o pequeno BMW apresentava à mobilidade foram entraves determinantes para que este BMW totalmente elétrico não fosse além da fase de protótipo. Ainda assim foi possível contar com os bons serviços do BMW 1602e para transportar comitivas olímpicas e equipas de filmagens já que contava com zero emissões.

O 1602e foi um marco basilar no programa de desenvolvimento de automóveis elétricos da BMW. A marca alemã tem vindo a implementar com expressão cada vez mais significativa modelos elétricos e híbridos, sendo melhor exemplo os sofisticados i3 e i8. Para breve estará o lançamento de híbridos plug-in (X5 eDrive), uma espécie de segundo fôlego dos mal recebidos Active Hybrid 3, 5 e 7.

Hoje em dia este precioso clássico, modelo histórico da marca, pode ser apreciado totalmente restaurado no museu da BMW em Munique.

BMW 1602e

Diga de sua justiça!