Aston Martin DBX assinala entrada da marca no segmento SUV

A Aston Martin confirmou a sua entrada no segmento dos SUV de luxo. A marca britânica tinha já começado a considerar este projeto em 2002 quando assistiu ao lançamento do Cayenne por parte da concorrente Porsche e que arrancou com o segmento dos SUV de luxo. Desde aí a marca alemã centrou todas as atenções já que o Cayenne registou números impressionantes de vendas e fez escalar faturação e lucro da marca alemã. Agora, e 13 anos depois praticamente todas as marcas apostam em SUV e crossover nas suas gamas de automóveis já que os consumidores mais endinheirados preferem carros mais altos e confortáveis, até mesmo a Aston Martin, que está a ultimar já o seu novo SUV e crossover, modelo que reunirá as preferências de uma clientela jovem e maioritariamente feminina.

Os SUV de luxo da concorrência

A Rolls Royce mostrou já o Cullinan, protótipo que servirá de base a um SUV da marca, assim como a Bentley revelou o modelo Bentayga depois de um muito criticado EXP 9F. A Lamborghini também estará na corrida com o Urus, modelo que surgiu em 2012. Até aqui a lei no segmento era ditada pelo Range Rover, modelo surgido na década de 70 e que elevava a muito altos padrões de luxo, qualidade e conforto o conceito de todo o terreno. Hoje foi a vez da Aston Martin revelar o seu DBX, um concept car elegante com ares de coupé, tal como acontece com o BMW X6.

Investimento milionário num carro totalmente novo

A Aston Martin conseguiu 300 milhões de dólares para financiar vários projetos, entre eles a produção do crossover GT de luxo DBX mostrado no último Salão de Genebra. O modelo britânico será o mais revolucionário deste lote, tal como acontece com todos os produtos da marca iniciada por David Brown que seguem um carisma e identidade próprios. Pode mesmo afirmar-se que terá a tarefa mais difícil já que não se encontra ligada a um grande fabricante como acontece com a Rolls-Royce (BMW), Bentley (Volkswagen), ou Lamborghini (também gerida pela Volkswagen). A produção de um novo carro, pertencente a uma categoria totalmente nova, é uma manobra cara e ambiciosa por parte de um fabricante de automóveis como a Aston Martin, daí a tão grande necessidade de um avultado investimento por parte da marca britânica.

Os clientes alvo do Aston Martin DBX

A Aston Martin procura com o novo SUV a preferência de um grupo de clientes totalmente diferente do que até aqui estava habituada. O público feminino e com uma faixa etária mais baixa são os alvos da Aston Martin, o que permitirá uma abertura a novos mercados tal como as zonas fora das megalópoles chinesas e do médio oriente, assim como as áreas rurais da Rússia, regiões onde proliferam os milionários exuberantes e extravagantes. Segundo responsáveis de marketing da Aston Martin a região da China representará a grande janela de oportunidade da marca já que por ali não se respira a cultura do automóvel desportivo tal como acontece na Europa ou nos Estados Unidos da América.

Detalhes da produção do SUV Aston Martin DBX escassos

Sobre a versão final do novo SUV DBX da Aston Martin ainda muito poucos, ou praticamente nenhuns, são os detalhes ventilados. Fontes bem informadas dão conta de que a Aston Martin arrancará com a variante de carroçaria crossover de quatro portas, mas a possibilidade do surgimento de uma versao com apenas duas portas é tida ainda como válida internamente na Aston Martin. O novo SUV da Aston Martin estreará a tração integral na marca assim como um sistema de motorização híbrido de forma a elevar a performance e a fazer cumprir as cada vez mais apertadas normas antipoluição. A escolha de motores de combustão deverá recaír sobre os tradicionais V8 ou V12 atmosféricos (sem Turbo), mas certamente não será o mais importante já que grande parte do glamour da Aston Martin surge através das elegantes linhas dos seus automóveis.

aston martin SUV dbx concept 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *