Baja Cidade Europeia do Desporto/Loulé teve vencedores inesperados

A Baja Cidade Europeia do Desporto acabou de forma festiva em Loulé com um inesperado desfecho. A consagração dos vencedores, Nuno Matos e Filipe Serra nos automóveis e de António Maio que repetiu o triunfo nas motas. A prova teve lugar nos concelhos de Loulé, Alcoutim e Almodôvar, e foi palco de belos despiques desportivos.

Nos automóveis os dois principais candidatos à vitória, Miguel Barbosa e João Ramos, foram forçados a abandonar no momento em que era discutida a liderança como consequência de problemas no Racing Lancer e na Toyota Hylux Respetivamente. Nuno Matos e Filipe Serra aproveitaram da melhor forma o desaire dos líderes ascendendo assim à vitória. Com um ritmo muito elevado, Hélder Oliveira acompanhado do experiente Nuno Rodrigues da Silva, apenas conseguiam atingir a segunda posição no final. Os problemas com a direção assistida no dia inaugural fizeram atrasar a dupla da Nissan Navara OffRoad. No derradeiro lugar do pódio, Alejandro Martins e José Marques em Toyota Hilux terminaram no terceiro posto, naquele que foi o melhor resultado do piloto. O primeiro automóvel com duas rodas motrizes surgiria na quarta posição pilotado pelo jovem Pedro Ferreira acompanhado por Valter Cardoso no Depieres 2RM. A vitória na categoria T2 acabaria por sorrir Eduardo Mota, navegado por Manuel Porém em Nissan Pathfinder.Entre os automóveis do agrupamento T8 Alexandre Mota/Luís Martins brilharam numa Nissan Navara. O grupo T3 teria como vencedores Ricardo Nascimento e Cláudio Marques em Nissan NM Proto.

Nas motos, António Maio (Yamaha) assinou o terceiro triunfo consecutivo da temporada, tendo dominado durante toda a prova, acabando com 2m39s de vantagem sobre Mário Patrão (KTM). A batalha pelo terceiro lugar e pela classe TT1 foi épica. Rúben Faria e Gustavo Gaudêncio trocaram várias vezes de posição, mas o jovem piloto da Honda superiorizou-se por uns míseros 2,4 segundos. Luís Teixeira (Yamaha) ainda se imiscuiu na luta pelo pódio mas optou por gerir a corrida, acabando na 5ª posição ganhando nas TT3. Vitórias de Ludgero Sousa no Veteranos, João Piloto na Promoção e do louletano Tiago Santos na classe Hobby.

Nos buggys/UTV, apesar de ter dominado inicialmente, a dupla João Lopes/Bruno Santos foi obrigada a desistir, acabando assim a série vitoriosa no campeonato. Num pódio internacional o triunfo foi do espanhol Teofilo Viñaras, seguido de Miguel Jordão e da francesa Dorothée Ferreira, todos ao volante de Polaris RZR. Nos quads ganhou o veterano António Moreira (Yamaha), na frente de André Jesus (Kawasaki) e Tiago Gomes (Suzuki). Paulo Fernandes foi o vencedor do Hobby, seguido de José Nunes.

helder oliveira baja loulá

 

Diga de sua justiça!