Leia tudo sobre o Aston Martin DB10 de James Bond antes de ver o filme Spectre

O filme Spectre, o mais recente da saga James Bond, estreia hoje nas salas de cinema portuguesas. Neste novo capítulo 007 estreia um novo Aston Martin, o DB10 é o mais arrojado dos modelos da marca britânica, e já que vai assistir à película fique a saber os detalhes mais importantes a que deverá estar atento durante a sessão.

Ao contrário de todos os carros utilizados por James Bond o novo Aston Martin DB10 não é um modelo de produção. O concept-car da marca inglesa é um verdadeiro carro de sonho e foi produzido pelos engenheiros da Aston Martin em meses e exclusivamente para o agente secreto mais famoso do mundo.

Aston Martin Db10 James BOnd 1

DB10 nasceu em poucos meses

O realizador de Spectre, Sam Mendes, numa das suas muitas visitas ao centro de design da Aston Martin apaixonou-se por um esboço de um automóvel que estava afixado numa das paredes. De acordo com a revista de tecnologia Wired, Mendes insistiu em que aquele carro fosse a nova montada de James Bond.

Como se o desafio de criar um carro de raíz, Sam Mendes apertou ainda mais a janela de tempo, obrigando todos os técnicos da Aston Martin a um verdadeiro sprint. Com apenas 7 meses de espaço, o Aston Martin DB10 de James Bond teria de estar pronto em Abril prestes a surgir nas primeiras filmagens de Spectre. No final Marek Reichman e a sua equipa de 25 elementos conseguiram superar o repto com o sucesso vísivel agora em todas as salas de cinema do planeta.

Aston Martin Db10 James BOnd 2

Novo Aston Martin de James Bond não está à venda

Como já tínhamos mencionado antes o novo Aston Martin DB10 não entrará no circuito normal de comercialização. O carro utilizado em Spectre utiliza a designação DB10, devendo o sucessor do famoso DB9 ser o DB11. Este é um carro de exceção tal como James Bond sempre mereceu, daí a Aston Martin ter reservado o número especial 10 para o agente secreto 007.

A base do DB10 de Spectre é um Aston Martin V8 Vantage, alongado quer no comprimento quer na largura para que a carroçaria ‘encaixasse’. A estética do novo carro de James Bond dá preciosas indicações relativamente ao design dos futuros Aston Martin.

Aston Martin Db10 James BOnd 3

Crash-tests nunca foram feitos

A corrida contra o relógio foi o principal desafio dos engenheiros da Aston Martin no desenvolvimento do novo carro de James Bond. Enquanto um carro convencional demora cerca de 5 anos a ser testado até chegar à comercialização, o DB10 teve apenas um tempo de incubação de apenas 7 meses. O design arrojado torna-o incompatível com algumas normas de circulação rodoviária, como por exemplo a secção dianteira extremamente baixa e que consequentemente se torna perigosa para peões. Com a aprovação para circulação rodoviária fora do horizonte a Aston Martin não efetuou quaisquer crash-tests com o DB10.

Apesar de terem sido negligenciados detalhes no processo de desenvolvimento a Aston Martin foi obrigada a cumprir um caderno de encargos entregue por Sam Mendes: o carro de James Bond tem de ser capaz de acelerar em menos de 5 segundos dos 0 aos 100 km/h, assim como facilmente superar os 160 km/h de velocidade. Em termos de resistência estrutural a Aston Martin teve de se esforçar por construír um automóvel reforçado capaz de sobreviver a alguns saltos ao melhor estilo de ‘Os três Duques’.

Aston Martin Db10 James BOnd 5

007 gastou 10 DB10

Com tanto trabalho de desenvolvimento empregue no DB10 a Aston Martin não podia ter construído apenas um exemplar do DB10. Ao todo foram produzidos 10 exemplares que orçamentalmente custaram qualquer coisa como 34 milhões de dólares. Os 10 DB10 sofreram alguns danos durante a rodagem de Spectre, e estão já a ser utilizados em vigorosas ações de marketing em todo o planeta exibindo orgulhosamente as mazelas que o agente secreto ao serviço de Sua Majestade lhe fez. Um desses Aston Martin será leiloado con fins solidários no decorrer do ano de 2016.

Todos os DB10 produzidos contam com motor V8 de 4,7 litros. A transmissão é manual e tem apenas seis relações. A sonoridade caraterística poderá soar familiar aos mais atentos ao clipe que reproduzimos, já que se trata de um propulsor datado de 1996. A marca não revelou dados sobre a potência, mas sabemos que este motor no V8 Vantage debita 420 cv. É expectável que James Bond tenha gosado de mais uns quantos equídeos ao seu serviço.

Aston Martin Db10 James BOnd 6

DB10 celebra bodas de ouro na aliança entre James Bond e a Aston Martin

Foi há 50 anos que James Bond utilizou um Aston Martin pela primeira vez num filme da saga. O número pode parecer impressionante, mas a verdade é que 007 apenas teve 12 Aston Martin, ou seja metade dos 24 carros diferentes com que surgiu em filmes. Se anteriormente o BMW Série 7 ou Z8 não despertaram grande interesse o DB10 está encarregue de fazer fermentar o interesse que os apaixonados terão por um novo DB11.

Aston Martin Db10 James BOnd 4

 

 

Diga de sua justiça!