Baidu tem BMW chinês que conduz sozinho

A Baidu divulgou as primeiras informações dos testes do seu carro autónomo. A empresa, que tem o segundo maior motor de busca do mundo e está sediada na China, incorporou a sua tecnologia num BMW Série 3 Gran Turismo que percorreu já os primeiros quilómetros. Considerada a nível mundial a grande concorrente da Google, que tem projeto idêntico, a Baidu tem planos muito ambiciosos no campo do desenvolvimento de soluções e tecnologias que revolucionarão a indústria automóvel não apenas a Oriente, como também a nível global.

A tecnologia de condução autónoma da Baidu tem estado a ser desenvolvida em parceria com a BMW. As duas empresas aproveitaram o trânsito caótico da poluída Pequim para testar o novo carro de condução autónoma. A Baidu havia já antes noticiado que os testes arrancariam no final de 2015, e cumpriu!

O BMW Série 3 Gran Turismo conectado conta com um verdadeiro arsenal de tecnologia da Baidu. A primeira viagem sem condutor durou cerca de 30 km na periferia da capital chinesa num percurso não apenas com várias vias, como ruas mais estreitas. O programa de testes do carro da Baidu foi efetuado em condições de trânsito real, e nele constavam manobras banais como mudança de faixa, viragens à esquerda e direita em cruzamentos e inversões de marcha.

Estes desenvolvimentos não são surpreendentes a nível global, já que a Google explora com grande sucesso este campo há vários anos com uma frota alargada. Também neste campo as grandes marcas da indústria automóvel têm dedicado muito do seu trabalho nos últimos anos. Apenas muito recentemente é que da China surge interesse no desenvolvimento de tecnologias deste tipo. A associação da BMW com uma grande empresa chinesa vem revelar a importância daquele mercado para os números do fabricante alemão de automóveis.

O trabalho da Baidu neste campo tem apenas dois anos. Baidu lleva trabajando en tecnología para coches autónomos desde 2013, y desde entonces ha elegido ir haciendo evoluciones basadas en el lugar donde tiene que actuar el vehículo.

O desenvolvimento do carro autónomo da Baidu acontece assim de forma muito acelerada e interessada por parte dos chineses. Os técnicos têm vindo a debruçar a maior parte do seu trabalho no cumprimento de rotas predefinidas, tal como acontece com as carreiras de transportes públicos. Para conseguir este objetivo a Baidu trabalha em produzir mapas com cartografia com grande detalhe. O carro de condução autónoma da Baidu ainda é incapaz de se aventurar por outros caminhos que não os inicialmente definidos já que na China a cartografia dos mapas de GPS ainda apresenta graves problemas de base, estando o portal chinês a trabalhar neste sentido de forma a cartografar todo o território chinês.

Com uma atividade de desenvolvimento tecnológico paralela à da Google a Baidu conta já com assistentes de voz, sistemas operativos para dispositivos móveis baseados em Android. O desenvolvimento de mapas é atualmente um dos campos em que a empresa trabalha com grande força.

BMW BAIDU autónomo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *