Huawei lançou Mate 9, o telefone do ano que tem versão Porsche Design

A Huawei apresentou durante a tarde de hoje em Munique o seu novo Mate 9, um smartphone de topo que surge em duas variantes. Aproveitando o vazio no mercado criado pelo azar do Galaxy Note 7 da Samsung a marca chinesa voltou a inovar, depois da câmara fotográfica com certificação Leica, apresentando uma variante Porsche Design que seduzirá muitos clientes. No mesmo momento, com relevante importância para a progressão da marca no ranking de vendas mundial, foi ainda apresentado um smartwatch elementar, o Huawei Fit, que tem display de tinta eletrónica e pretende ser um associado à altura das atividades desenvolvidas por desportistas.

huawei-mate-9

Huawei Mate 9

Acreditamos que este será o equipamento que impactará as vendas da Huawei pelo conjunto de inovações introduzidas, qualidade e também pelo preço a que será vendido, já em finais de novembro, em todo o mundo.

No interior a Huawei optou por introduzir o novo processador Kirin 960 que inclui oito núcleos ARM Cortex A73/A53, e faz a sua estreia no mercado, associado a uma unidade de processamento gráfico GPU Mali G71. Este novo ‘cérebro’ consegue reduções de consumos de energia em cerca de 15%, cabendo à GPU a otimização do desempenho do smartphone em 180%, dando também importante contribuição para a eficiência energética em cerca de 40%, quando comparado com o seu antecessor.

Toda a apresentação da Huawei frisou que a nova geração de equipamentos procura ser veloz e assim continuar por muito mais tempo. Cumprindo esta premissa a empresa tem na sua posse o argumento que faltava para o Android derrotar o iOS, que ao longo da utilização e sucessivas atualizações não vai ficando mais lento. Para o Mate 9 foi escolhido o sistema operativo Android 7.0 com capa EMUI 5 que permite duas contas em simultâneo em algumas aplicações, como por exemplo no WhatsApp.

A autonomia é outro campo em que o novo Huawei Mate 9 se destaca através da bateria de alta densidade, 4000 mAh, que inclui tecnologia SuperCharge. A marca promete 2,5 dias de utilização normal com apenas uma carga, valor que pode descer até aos 1,7 no caso de utilizadores mais dependentes do smartphone. Graças ao SuperCharge o recarregamento pode ser efetuado com correntes até 3,5V/5A, garantindo em apenas meia hora 50% de bateria. Atenta ao fenómeno da ansiedade de autonomia em smartphones, o novo Huawei Mate 9 faz-se acompanhar de imediato por um muito útil carregador de isqueiro.

A aliança da Huawei com a Leica para a certificação de câmaras continua, exibindo o Huawei Mate 9 duplo sensor instalado na face traseira do telefone com 12 MP e 20 MP (monocromático). A estabilização ótica de imagens (OIS) é garantida ainda em 6 eixos. Nesta vertente a Leica procura destacar-se como o fabricante que oferece no mercado smartphones capazes de tirar fotografias que rivalizem com as melhores máquinas fotográficas do mundo.

O ecrã tem 5,9 polegadas e resolução 2K, contando ainda com tecnologia AMOLED. O novo Huawei Mate 9 será disponibilizado nas lojas numa versão com 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno ao preço de 699 euros, um valor muito mais baixo do que o iPhone 7 Plus idêntico regista. A Huawei oferecerá ainda o equipamento numa escolha de cinco cores.

huawei-porsche-design

Huawei Mate 9 Porsche Design

Foi com a entrada de um clássico Porsche 911 S no palco que a apresentação da Huawei começou. O primeiro equipamento a ser revelado foi a variante Premium do Mate 9 que tem o selo de qualidade da Porsche. O design fora do comum com as duas faces a serem curvas, incluindo obviamente o ecrã, é uma das principais diferenças desta versão que ainda pode ser distinguida por ser mais pequena, tendo o ecrã 5 polegadas e resolução de apenas 1080p. Os chineses aproveitaram a lacuna deixada pela Blackberry para se associarem aos alemães da Porsche e conceberem um verdadeiro ícone em termos de design da história dos smartphones.

Além das diferenças estéticas a Huawei diferenciou esta versão premium com mais dois gigas de RAM, totalizando 6 GB, e dotando-a com mais armazenamento externo (256 GB). A bateria tem a mesma capacidade e em termos de funcionalidades, o Huawei Mate 9 Porsche Design oferece as mesmas caraterísticas.

huawei-fit

Huawei Fit

O novo smartwatch da Huawei foi concebido para ser simples e proporcionar planos de treino de corrida personalizados aos utilizadores, daí a marca ter optado por um ecrã de tinta eletrónica capaz de maximizar a autonomia. De fora ficou a antena de GPS, assim como o sistema operativo que a Google tem desenvolvido para este tipo de equipamentos, o Android Wear. Com um preço de apenas 149 euros, o novo Huawei Fit consegue ainda registar de forma permanente o ritmo cardíaco dos utilizadores, graças a um sensor ótico de nova geração.

Mais informações: http://consumer.huawei.com/pt/

 

 

Diga de sua justiça!